Total de visualizações de página

sábado, 16 de junho de 2012

A guarda do Sábado.


 Portanto, resta ainda um sábado para o povo do Eterno. Porque, aquele que entrou no seu descanso, ele próprio repousou das suas obras, como o Senhor das suas. Procuremos, pois, entrar naquele repouso, para que ninguém caia no mesmo exemplo de desobediência. Porque a palavra de Senhor é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração. (Hebreus 4:9-12).

Existem muitas passagens bíblicas que contem segredos e revelações importantíssimas que passam despercebidas por uma leitura artificial ou por interpretações fora do seu contexto original. O texto de Hebreus 4:12 é bastante conhecido e usado no meio cristão, contudo poucos ousaram a ler e reler o contexto para a compreensão de todo o texto.

O autor do livro de Hebreus deixa claro que existe um “Sábado”, ou em outras palavras um repouso permanente para os filhos do Eterno. O apostolo Paulo na sua carta aos Colossenses 2:16-17 elucida que não devemos nos deixar serem julgados pelo o comer, o beber, as festas e principalmente pela a guarda do sábado, ou seja, devemos guardar a lei sem constrangimento, pois tudo isso é sombra do Messias nas coisas futuras da eternidade.

A bíblia diz no livro de Genesis que até o Eterno repousou das suas obras após a criação e que da mesma forma devemos em memória guardar esse dia como um ato profético das coisas passadas, presentes e futuras. Pois, não devemos arrumar desculpas e argumentos para tentar justificar a desobediência à palavra do Senhor.

Para muitas pessoas o quarto mandamento da lei do Eterno pode ser um fardo e uma pedra de tropeço, contudo o salmista Davi diz que a lei do Senhor é perfeita, refrigera a alma dos justos e da sabedoria aos simples. Outros dizem que Jesus aboliu a lei do Senhor, entretanto ele mesmo disse no livro de Mateus 5:17-19 que não veio destruir a lei e nem revogar o que foi dito por intermédio dos profetas, mas que veio obedecer à palavra do Senhor, porque nenhum ponto da lei se omitirá antes que os céus e a terra se passarem e aquele que obedecer e ensinar os benefícios da palavra do Senhor será chamado e conhecido como grande no Reino Eterno.

Infelizmente, alguns por não entender as palavras do apostolo Paulo usam partes do seus textos para justificar a desobediência à lei do Senhor. Entretanto, o próprio Paulo diz na carta aos romanos 7:12 que a lei do Senhor é santa e os mandamentos justos e bons. Que a lei do Senhor não opera para a morte, mas para a vida. Todavia, o pecado pela a desobediência tornou o homem maligno, porque sabemos que a lei e espiritual e os prazeres carnais são frutos do pecado.

Por mais que tentem colocar a bíblia em contradição ou arrumar argumentos teológicos para tentar justificar a desobediência aos mandamentos da lei do Senhor, a bíblia diz que a palavra de Senhor é viva e eficaz, e mais penetrante do que uma espada de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração, ou seja, não existe ninguém inocente diante do Senhor, pois ele sabe todas as coisas, ele sonda e conhece todos nossos passos e todas as intenções da nossa mente e do nosso coração.

O sábado é uma benção, é um dia de repouso, de descanso. É uma dádiva da graça divina. Não é nenhum fardo confiar e descansar no Senhor. Pois, se o Eterno não abençoar o nosso trabalho, todo nosso esforço será em vão. Guardar o sábado é um ato de adoração ao Senhor que cuida dos seus até enquanto eles dormem

A bíblia contém milhares de promessas para aqueles que ouvem, guardam e obedecem os mandamentos do Senhor. Davi que apesar dos seus muitos erros ainda foi chamado um homem segundo o coração do Senhor, porque ele sabia o quão importante era guardar a lei dentro do seu coração para não mais pecar. Devemos saber que nunca é tarde para se arrepender dos nossos equívocos e dos nossos pecados, pois o Senhor é bom e benevolente, a sua graça é infinita e suas misericórdias duram para sempre.

A palavra nos garante que nem olhos viram, nem ouvidos ouviram e que ainda não penetrou em nenhum coração humano aquilo que o Senhor Eterno tem guardado para seus filhos. O sábado semanal de sete dias é apenas sombra daquilo que é perfeito, é apenas um ato profético de adoração. Deleitar no sábado é dizer que não somos escravos do mundo, que confiamos, entregamos o nosso trabalho e toda nossa vida nas mão do Senhor. Sabemos que nunca se viu um justo e nem sua descendência mendigar o pão, pois o Senhor nunca abandona seus filhos.

Baruch Atá Adonai, Eloheinu melech haolam, B´shem Yeshua HaMashiach.
Adorado seja ó Eterno nosso Senhor, criador do universo, Em nome de Jesus o Messias. Amém.


Nenhum comentário: