Total de visualizações de página

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Afinal, o que se comemora no natal?


Por Giliardi Rodrigues


O nascimento de um deus?
Ou a celebração do capitalismo desordenado alimentado pela o marketing da
propaganda ambiciosa alheia?
Talvez a festa da confraternização de pessoas alimentadas por um porco com uma maçã na boca e um peru assado morto de forma cruel por homens obsecados pelo o dinheiro explorado pela a cegueira e a ignorância do seu próximo?
Quem sabe um culto subliminar a Ninrode, Semíramis e Tamuz?
Mais ainda, a celebração de Natalis Invicti Solis (nascimento do vitorioso deus sol) na religião Mitra?




Odeio o natal...

Por sua tanta beleza composta abstrata,
Pelas suas luzes sem brilho,
Pelos seus sorrisos carregados de hipocrisia e demagogia,
Pela a sua religiosidade cheia de ritos vazios e sem definição,
Pela a sua historia obscura e sua mentira idolatra mórbida,
Pelo seu sentido pleno de uma historia macabra escrita por homens sem coração,
Pelo o seu significado sem significado,
Pelas suas musiquetas chatas de fim de ano pagão,
Pelos os presentes de “amigos ocultos” aguados pelo o fingimento,
Pela a bebedice e glutonaria desenfreada,
Pelas as crianças que são enganadas por um papai Noel que nem existe,
Pelos seus fogos estourados no céu contaminado pela a poluição humana,
Sim, odeio o natal por toda falsidade que te cerca e te permeia.

  



Um comentário:

Blog do Ediloy disse...

NATAL

em tudo
enlevos
apreços

confraternizações
amistosos
gestos

manifestos
duvidosa
paz

mesas
fartas
delícias

comemoramos
a criança
pobre nascida

de seu berço
improvisado
estrebaria

na noite
orgias
fantasias

mortais
seres
somos

brindamos
no simples
a pompa

da indigência
a regalia...

Ediloy A.C.Ferraro

*obrigado pela visita em meu blog, abçs !!!