Total de visualizações de página

terça-feira, 15 de março de 2011

A MENTIRA DEMONÍACA QUE ESCONDE POR TRAZ DA TRINDADE.

Por Giliardi Rodrigues


O leitor sabia que certa vez João Calvino condenou Miguel Servet à morte numa fogueira só porque ele não acreditava na trindade? Esse é um dos absurdos que um dos pais dos do cristianismo protestante cometeu.  Mas, a historia sobre as barbaridades feitas em nome da trindade não encerra por aqui. 



Trindade não é bíblica. Mas os adeptos deste   dogma deixam de acreditar na bíblia para acreditar nas doutrinas dos pais da igreja católica e dos reformadores protestantes. Se realmente a trindade fosse uma doutrina importante com relação à fé certamente haveria alguma explicação feita por Moisés, Davi, Salomão, Jesus, Paulo ou algum profeta (mas não tem).

Como comentado no post anterior, a trindade é um dogma que se desenvolveu através de concílios católicos. Mais precisamente no concilio de Niceia no ano 325 presidido por um imperador pagão chamado Flávius Constantino.


Os advogados da doutrina da trindade dizem que este dogma é um mistério, pois ninguém consegue explicar e entender como Deus é Três e ao mesmo tempo é um. No entanto a bíblia diz que as coisas ocultas pertencem ao Senhor e as coisas reveladas ao homem. Então, qual é o sentido do dogma da trindade ser adotado pelos homens e ainda ser um mistério? Isso prova que trindade não passa pelo o crivo da verdade bíblica.

Segundo David Flusser, professor de judaísmo da Universidade Hebraica de Jerusalém, no livro Judaísmo e Origens do Cristianismo, Vol. 1, pág. 156, a expressão "Em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo" não estava na bíblia e nem nos escritos de Eusébio ANTERIORES AO CONCÍLIO CATOLICO DE NICÉIA no ano 325, ou seja, a forma original de Mateus 28:19 não tem nada haver com a trindade. O texto de Mateus 28:19 antes do referido Concílio era o seguinte:

"Ide e tornai todos os gentios discípulos em Meu Nome, ensinando-os a observar tudo o que vos ordenei".

Ademais, Eusébio foi pressionado pelo bispo cristão Atanásio (que teve participação no Concílio de Nicéia) a fazer a "inserção" Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, e, caso não a fizesse, seria exilado para a Espanha.
Poderíamos elucidar a luz das escrituras todos os textos que os trinitarianos distorcem em favor do seu dogma, mas como isso levará muito tempo. Pouco a pouco abordaremos os principais versículos para provar que o dogma é uma falácia. Para se ter uma ideia, eles chegaram ao ponto de modificar e adulterar o texto de Mateus 28:19 para afirmar o batismo trinitariano em nome de três entidades. No entanto no livro de atos não vemos nenhum dos discípulos e apóstolos de Jesus batizando em nome da trindade.

Para piorar a situação a trindade não é apenas um dogma de homens, mas uma doutrina demoníaca. A trindade é uma mentira que foi contada por milhares de vezes até ter aparência de verdade. Para se ter uma compreensão melhor basta analisar que muito antes de existir cristianismo já existia a trindade em varias religiões. Como por exemplo Íris, Osíris e Horus (no Egito), Brahma, Vishnu e Shiva (na índia). Muda-se apenas de religião, mas a forma é a mesma.

A trindade foi enxertada no cristianismo juntamente com a conversão de pagãos que não quiseram abandonar sua praticas idolatras. Associaram seus antigos deuses e continuaram a suas venerações trinitárianas dentro do cristianismo. Através dos gregos o Pai, o Filho e o Espirito Santo continuaram a serem cultuados na pessoa de ZEUS.

Na bíblia a formação da trindade começa logo depois do dilúvio.

E bebeu do vinho, e embebedou-se; e descobriu-se, no meio de sua tenda. E viu Cam, o pai de Canaan, a nudez do seu pai, e fê-lo saber a ambos seus irmãos fora. Então tomaram Sem e Jafé uma capa, e puseram-na sobre ambos os seus ombros, e indo, virados para trás, cobriram a nudez do seu pai, e os seus rostos eram virados, de maneira que não viram a nudez do seu pai. E despertou Noé do seu vinho, e soube o que seu filho menor lhe fizera. E disse: Maldito seja Canaan; servo dos servos seja aos seus irmãos. E disse: Bendito seja o Senhor Deus de Sem; e seja-lhe Canaan por servo. Alargue Deus a Jafé, e habite nas tendas de Sem; e seja-lhe Canaan por servo. (Gênesis 9:21-27)

De Cam e seu filho Canaã, surgiram os povos jebuseus e cananitas. Cam teve outro filho, chamado Cuxe que por sua vez se casa com uma mulher chamada Semíramis, e com ela tem um filho chamado Ninrode. (Gênesis 10.8). O nome Ninrode significa “rebelde”.  Ele foi à exata personificação da desobediência. Fazia tudo ao contrário da vontade do Eterno. 


Ninrode edificou Babel, que mais a frente na história, se tornaria o que chamamos hoje de Babilônia. Ele foi o primeiro líder a se auto-intitular “deus”. Ele ajuntou as pessoas em Babel e as obrigava a adorá-lo como o “Deus Sol”. Não sendo o bastante, tentou construir uma torre que chegasse ao céu. Depois Ninrode toma a sua própria mãe como esposa. Semíramis, agora que se casou com o “deus sol”, começa a se auto-intitular “deusa lua”.

Quando vê que Ninrode não tem limites na sua desobediência, Sem que era filho de Noé e tio avô de Ninrode, mata-o com esperança de acabar com tudo aquilo. Mas como um deus pode morrer? O povo começou a questionar e Semíramis para evitar confusões, diz que ele não morreu, apenas voltou para seu lugar de origem. Ora, se  tivesse morrido mesmo o sol não continuaria brilhando.

Pouco tempo depois, Semíramis descobre que está grávida. Mas isso não é possível, afinal seu filho-marido está morto. Ela mente novamente, desta vez para encobrir seu adultério, dizendo que o espírito de Ninrode, o “espírito do deus sol” a engravidou.

Semíramis chama seu filho de Tamuz, e para continuar o engano, ela diz que ele é o próprio Ninrode. Daí surge à primeira idéia reencarnacionista.

Certo dia, quando estava num bosque, Tamuz morre acidentalmente, e seu corpo é encontrado em cima de um tronco. Mais uma vez: como um deus morre? E Semíramis, de novo, diz que ele voltou para o seu lugar de origem. (Tamuz é mencionado na Bíblia em Ezequiel 8.14-18.).

Esta se tornou a Trindade Profana: Ninrode, pai; Semíramis, mãe e Tamuz, o filho.

Após a destruição de Babel, e mais tarde da Babilônia, o povo de Ninrode começou a migrar pelo mundo, conquistando outros povos e ensinando-lhes suas crenças pagãs. Da Babilônia, eles vão para a Pérsia. Agora Ninrode, Semíramis e Tamuz são uma Trindade que era representada da mesma forma que a Egípcia.

Cai a Pérsia e começa a surgir um novo Império através de Alexandre o Grande. Com isso, a Grécia começa a crescer e a trindade se disfarça novamente: Ninrode se torna Zeus; Semíramis, Afrodite e Tamuz agora é Eros.




No Egito - Osíris(Ninrode), Ísis(Semíramis) e Hórus(Tamuz).

 No Império Romano - Saturno(Ninrode), Vênus(Semíramis) e Cupido(Tamuz).

 Aproximadamente no século III da era cristã, os católicos começaram uma sincretização religiosa, com esperança de conquistar cada vez mais adeptos. Começaram a introduzir imagens de escultura nas igrejas e nas crenças, a fim de facilitar a aceitação dos povos pagãos à nova religião.

E, acredite se quiser, hoje, a Trindade Profana está disfarçada assim:


 Não se espante, pois é isso mesmo!
O Espirito Santo é representado pela a pomba como a terceira pessoa da trindade. Jesus com uma cruz é representado pela a segunda pessoa da trindade. Deus Pai é a primeira pessoa da trindade e Maria é representada como a rainha dos céus.

Isso lhe remete alguma coisa?

Nenhum comentário: