Total de visualizações de página

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Voltando a origem do verdadeiro evangelho.


Por Giliardi Rodrigues

As Boas Novas do Reino do Eterno parece que foi esquecida ou ofuscada pelos pensamentos filosóficos gregos e doutrinas pagãs romanas. Assim, o ardente desejo do coração de um justo crente no Messias, deve ser a busca continua em compreender a essência da mensagem do verdadeiro evangelho instruído por Yeshua e propagado pelos os apóstolos a igreja do 1° século. A mensagem do evangelho não depende da ótica de Calvino, Agostinho, Lutero e/ou de qualquer outro teólogo, filosofo ou reformador.

Aos longos destes dois milênios, o verdadeiro evangelho do Reino foi sendo gradativamente embaçado por filosofias e dogmas religiosos. Com isso, milhares de milhares de pessoas são levadas a viverem no engano. A religião em vez de ser um canal ou um meio das pessoas buscarem o conhecimento da verdade, tem sido uma pedra de tropeço.

Infelizmente, pessoas sinceras e de boa fé vivem na ilusão por não conhecer o caminho da verdade. Inúmeras pessoas não conseguem entender as escrituras na sua essência, pois estão distantes do contexto pelo qual a mensagem do verdadeiro evangelho foi anunciada. Desde o momento que a igreja desmembrou de Jerusalém e foi para Roma, centenas de doutrinas estranhas têm adentrado e contaminado o seio da igreja.

Voltar às origens do verdadeiro evangelho é se despir de toda a imundícia que pensamos ser de fato. A verdadeira religião está firmada na obediência a lei do Eterno, nela devemos perseverar com fé. Não apenas como ouvintes, mas como executores da boa obra, sem demagogia e sem hipocrisia.

A fé não depende de pontos de vistas, mas de obediência. Por mais que se estude e busque o conhecimento, o homem jamais poderá entender o Eterno sobre a ótica filosófica ou teológica. Evangelho é para ser vivido com sinceridade e não para ser explicado com teorias sem pé e sem cabeça. A verdadeira religião é vivida na prática e não em meras teorias. Cada pessoa será salva ou julgada pelos os seus atos e não pela a sua religião, desde modo, a verdadeira religião é aquela vive o amor e pratica a justiça.

A máxima do Reino é amar ao Eterno sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo. Para isso não precisamos de rituais, nem viver enclausurados em uma religião e muito menos de enredos filosóficos.  

Um comentário:

Jose Vicente da Sila disse...

Eu penso que o esta acontecendo nos dias atuais e que as pessoas querem nos fazer crer da forma como eles creem, ao inves de permitir que o espirito santo revele a palavra ao nosso coração, lamentavelmente isto esta acontecendo no meio do povo de Deus.
Giliardi que Deus continue abençoando sua vida e tudo o que voce tem feito para o nosso Senhor
Preciso aprender mais, pai
Pr. Jose Vicente da Silva