Total de visualizações de página

domingo, 4 de abril de 2010

A religião dos homens e a religião de D'us.


Por Giliardi Rodrigues

 

A religião se torna um pecado quando começa a se fundamentar nos seus próprios dogmas.  O fundamentalismo tem sido o grande motivo de segregação das pessoas, as religiões em vez de unir, têm levantado muros cada vez mais altos, assim separando o homem de D'us.
A fim de defender seus próprios interesses, a religião tem colocado os princípios de D'us em segundo plano. As cobranças de indulgencias penitenciam as pessoas, o ritualismo, o dualismo, a busca pelo o poder e a ambição de expandir fronteiras, tem gerado fanatismo, preconceito e o fundamentalismo religioso.
Quando uma religião se tranca nos seus próprios conceitos como uma verdade absoluta, nasce à idolatria a religião. As pessoas têm menos valor do que as doutrinas, o culto se torna um fim em si mesmo, a intolerância se torna uma arma de ódio e preconceito que é disparada contra pessoas de outros credos.
Talvez o ecumenismo e nem o relativismo seja a solução para esse problema. O mandamento é amar as pessoas e não necessariamente concordar com as práticas de vida do outro. O que deve unir as pessoas não é a religião e sim o respeito e o amor pela a vida.
O diálogo e o respeito são grandes iniciativas para essa relação.
Cada um tem o direito de seguir a religião que quiser, cada pessoa deve ter a consciência de sua liberdade. Temos que aprender a viver e a conviver com as diferenças. D'us nos fez iguais e ao mesmo tempo concedeu a cada ser uma maneira pensar, agir e enxergar o mundo.
A religião foi criada com a intenção e a tentativa de unir as pessoas ou de se apor de alguma forma mais próximo de D'us, mas em vez de aquilo que foi feito para juntar, tem sido um grande motivo dividir, separar, espalhar e segregar.
D'us não criou nenhuma religião, assim não podemos afirmar que esta é certa e aquela é errada.
Por causa da religiosidade judaica Yeshua (Jesus) foi morto. Por causa da religiosidade Cristã, os judeus foram perseguidos e mortos na inquisição e no holocausto. Por causa da religião Jerusalém foi atacada nas chamadas cruzadas e centenas de milhares de pessoas foram mortas. Por motivos religiosos judeus e mulçumanos vivem em guerras há centenas de anos. Por causa da religião, africanos passam fome e vivem em guerras civis. Por causa da religião a Irlanda tem sido palco de derramamento de sangue entre católicos e protestantes. A religião tem feito com que indianos sofram de doenças e passem fome, o rio Ganges é um verdadeiro esgoto ao céu aberto e pessoas tomam ganho e bebem a água dele por achar que um rio imundo é sagrado. Lutero quando deu inicio ao movimento protestante, muito sangue e muitas vidas foram ceifados na Alemanha. Devido os conflitos religiosos, mais de 460 pessoas foram mortas na Nigéria no conflito ente cristãos e muçulmanos. Poderíamos citar centenas de acontecimentos, esses são apenas alguns fatos gerados pelos os conflitos religiosos em todo o mundo.
Se alguém diz: Eu amo a Deus, e não ama seu irmão, é mentiroso. Pois, quem não ama o seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu? (1 Jo 4:20) “Se alguém cuida ser religioso e não refreia a sua língua, mas engana o seu coração, a sua religião é vã. A religião pura e imaculada diante de nosso Deus e Pai é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas aflições e guardar-se isento da corrupção do mundo”. (Tg. 1.26-27)
Toda e qualquer religião que se oponha aos preceitos de D'us é falsa e mentirosa. A verdadeira religião se fundamenta no amor, na paz e na justiça. A hipocrisia religiosa tem sido um câncer que contamina e corrompe a sociedade.
É um engano pensar que todas as religiões levam o homem a D'us, Essa é uma grande mentira que foi espalhada por todo o mundo. Nenhuma religião pode levar o homem a D'us, nenhum homem pode levar outra pessoa a D'us. Cada um é responsável pelas as suas próprias atitudes, pois a salvação é individual.
D'us irá julgar cada um pelas suas próprias obras e atitudes, cada um prestará contas diante do Eterno no dia do juízo final, independente do credo e da religião. Todos um dia estaremos diante do D'us Criador de todas as coisas. Todos sem exceção, seja cristão, ateu, budista, espírita, judeu, muçulmano, indiano, macumbeiro etc.
Os seres humanos foram criados por D'us para se relacionarem entre si com amor e respeito, D'us jamais fundou uma instituição religiosa. Se os religiosos tivesse um ouvido mais afinado para a voz de D'us, com certeza teríamos um mundo com mais paz, justiça e amor.

A verdadeira religião não segrega as pessoas, mas as une em amor.
A verdadeira religião não prega ódio, mas paz e justiça.
A verdadeira religião não cria fanáticos fundamentalistas, mas pessoas caridosas.
A verdadeira religião não se tranca em si, mas trabalha em pró do reino de D'us.
A verdadeira religião não é o caminho para D'us, mas direciona para ele.
A verdadeira religião é tolerante, pacifica e pura.
A verdadeira religião é aquela que ensina a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros, em amor.
A verdadeira religião procura guardar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz.
A verdadeira religião é um só corpo e um só Espírito, tem um só Senhor, uma só fé, um só batismo; Um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, e por todos, e em todos.
Amem!!!


Nenhum comentário: