Total de visualizações de página

domingo, 6 de setembro de 2009

A criação do bem e do mal.

D'us embora sendo soberano e tendo domínio absoluto sobre todas as coisas, concedeu ao homem o livre arbítrio, ou seja, o direito de escolher entre o bem e o mal. toda a criação é livre para se expressar com liberdade o louvor ao seu criador. D'us criou todas as coisas (os céus, o universo, os anjos, a natureza, o homem, os animais, a luz, as trevas, o bem e o mal, as coisas visíveis e invisíveis), tudo foi criado por ele (Is 45:7).

D'us fez o bem e o mal e deu ao homem a liberdade de escolher, no centro do jardim do Éden estava a árvore da vida e a árvore do conhecimento do bem e do mal. D'us fez o mal com a intenção de fazer o homem olhar para ele e sempre optar pelo o bem. Se não fosse desta forma o homem não poderia ter livre arbitro, pois o Reino de D'us se estabelece com liberdade, amor e justiça.

Um comentário:

Anônimo disse...

Amigo Giliardi, shalom...
Gostaria de fazer algumas considerações sobre o livre-arbítrio: (1)apenas no Éden o homem possuia o livre-arbítrio, que é a capacidade de agir contrariamente a sua natureza, e tb, capacidade de fazer o que é bom para D'us.
(2) capacidade de escolher define-se por livre-agência, e o homem Pós-queda não pode fazer escolhas morais em oposição a sua natureza completamente corrupta. Somos capazes de reconhecer padrões de moralidade sem, entretanto, ser isso um bem suficiente para conduzir a D'us. Ou seja...O livre arbítrio, faz parte da natureza criada, mas não subsiste na natureza caída.
O Eterno realmente criou tudo, isso é um fato...inclusive o mal. Repense somente seu conceito sobre livre-arbítrio e livre-agencia.
Shalom meu querido...

Bruno Souzza