Total de visualizações de página

segunda-feira, 20 de abril de 2009

O pecado Original de Davi – Salmos 51:5


Muitos usam deste versículo para justificar a teologia do pecado original, existem diversas correntes que justificam o batismo de crianças através deste texto, se a criança já nasce com pecado, ela deve passar pelo o batismo para ser purificada dos seus pecados hereditários. Dizem se a criança morrer sem ser batizada ela vai para o limbo um lugar onde estão todas as almas inocentes que, sem terem cometido pecados mortais aguardam pelo o julgamento final.

A torah diz que Sentiu o Senhor o suave cheiro e disse em seu coração: Não tornarei mais a amaldiçoar a terra por causa do homem; porque a inclinação do coração do homem é má desde a sua meninice; nem tornarei mais a ferir todo vivente, como acabo de fazer. Genesis /Bereshit 8:21 - A bíblia diz que ninguém nasce já sendo um pecador, mas nasce com uma grande tendência para praticar o mal (Yetzer Ra´rá). O homem se torna um pecador a partir do momento que ele tem consciência do pecado. Veja que a inclinação do coração do homem que é má desde a sua meninice e não desde o seu nascimento. Algumas traduções dizem que é desde a sua adolescência. Daí o judaísmo entende que um menino ou menina atinge a maturidade após os 12 ou 13 anos, e se torna consciente e responsável pelas as sua atitudes ao ponto de responder pelos os seus atos (O Bar Mitzvá).

Não temos uma base solida para afirmar a existência do limbo, segundo a bíblia ele não existe. Jesus, porém, disse: Deixai os meninos, e não os estorveis de vir a mim; porque dos tais é o reino dos céus. Mt 19:14 – Jesus em nenhum momento falou que existe um lugar intermediário entre os céus e a terra, ele foi bem categórico e direto quando disse que das crianças eram o reino dos céus.

Eis que em iniqüidade fui formado e em pecado me concebeu minha mãe.
Salmos 51:5 – alguns estudiosos afirmam que Davi foi gerado através de pecado de sua mãe com seu pai. Podendo ser Davi um fruto do adultério de Jessé.

Talvez isso possa explicar a rejeição que Davi tinha por parte de seus irmãos, Davi era o oitavo filho da descendência de Jessé. Parecia também que Jesse tinha vergonha de Davi, pois era fruto e vergonha de um ato de pecado, o próprio pai de Davi fazia questão de manter Davi isolado.

Um fator muito relevante com relação a este assunto é que quando o profeta Samuel recebe de D'us a ordem para ir à casa de Jessé e ungir o novo rei de Israel pelo qual seria o sucessor de Saul. Jessé apresenta a Samuel todos os seus filhos e D'us disse a Samuel que nenhum daqueles seria o seu ungido, por fim Samuel perguntou a Jessé se tinha trago todos os seus filhos e Jessé disse que ainda haveria um último, um garoto jovem, ruivo e formoso de semblante e de boa presença. Davi estava longe e cuidando de ovelhas, mas o profeta ordenou que fosse chamá-lo.

Chegando Davi na presença de Samuel, o profeta tomou o vaso do azeite e ungiu-o, no meio dos seus irmãos; e desde aquele dia em diante o espírito do Senhor se apoderou de David. 1 Sm 16:1-13

O texto diz no cap. 7 diz que D'us ordenou ao profeta Samuel que não olhasse para a aparência, nem para a altura da estatura dos filhos de Jessé, porque ele havia rejeitado, porque o Senhor não vê como vê o homem, pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração.

Contra ti, contra ti somente, pequei, e fiz o que a teus olhos parece mal, para que sejas justificado quando falares e puro quando julgares. Eis que em iniqüidade fui formado e em pecado me concebeu minha mãe. Eis que amas a verdade no íntimo e no oculto me fazes conhecer a sabedoria. Sl 51:4-6

Então quem pecou? O texto é claro quando diz: Eis que em iniqüidade fui formado e em pecado me concebeu minha mãe. Sl 51:5 - Davi foi formado em um ato de pecado de seu pai com sua mãe, pois a mãe de Davi não poderia concebê-lo sem a semente de seu pai.

O versículo abre um questionamento pelo menos para duas possibilidades, quando diz que Davi foi concebido em pecado, ele é fruto de uma relação sexual ilícita de seu pai com sua mãe. Que relação poderia ser essa? Adultério ou sexo antes do casamento? Eu deduzo que não é sexo fora do casamento, pois Davi era o oitavo filho de Jessé e seu pai certamente era casado. Será então um adultério de Jessé com outra mulher que não fosse mãe dos outros seus 7 filhos? Importante lembrar que pouco sabe sobre a mãe da Davi. Se Davi foi fruto de adultério de seu pai talvez explique o fato de Jessé ter assumido a paternidade de Davi e poucas referências e fatos sobre a mãe de Davi.

Esses comentários podem explicar o fato de Davi ser o motivo de vergonha por parte de seus irmãos e de seu Pai. Davi parecia ser o opróbrio da família, pois estes não faziam muita questão da presença dele. Davi era ruivo! Algumas traduções trazem como moreno. Aqui está denunciada uma possível diferença física de David e todos os seus irmãos. Será que isso foi o motivo da rejeição de Jessé por David?

Outro caso é a historia do gigante Golias, em 1 sm 17:28 diz: E, ouvindo Eliabe, seu irmão mais velho, falar àqueles homens, acendeu-se a ira de Eliabe contra David, e disse: Por que desceste aqui? E a quem deixaste aquelas poucas ovelhas no deserto? Bem conheço a tua presunção, e a maldade do teu coração, que desceste para ver a peleja.

Eliabe, o irmão mais velho não suporta a presença de Davi quando ele vai ao acampamento saber mais sobre a guerra. Esse dentre outros textos demonstra que a presença de Davi incomodava seus irmãos, de modo que eles queriam vê-lo o mais distante possível. Claro, que não podemos afirmar que o fato de Davi ser rejeitado seja atribuído ao caso dele ser fruto de adultério, mas é uma possibilidade e não podemos descartá-la, pelo menos eu não vi em nenhum texto Davi dando motivo ou provocando seus irmãos, eles implicavam com Davi simplesmente pela a presença dele.

Em nenhum momento a Tanach fala sobre o nome da mãe de David e de seus irmãos. Se ela era a mesma ou poderia ser outra. Particularmente creio que se porventura a mãe de Davi tivesse pecado, isso não anularia a misericórdia de D'us quanto ao seu pecado e ela seria como antes serva. Acredito que a mãe de Davi temia ao Senhor. Assim como Davi pecou com Bate-seba ele não deixou de ser o homem segundo o coração de D'us.

2 comentários:

Leonardo disse...

Romanos 5:12 diz "Portanto, assim por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram." E mais Romanos 3: 11 diz "Não há um justo, nem umsequer,, nãohá quem entenda, não há quem busque a Deus; todos se extraviaram, à uma se fizeram inúteis; não há quem faça o bem, não há nem um sequer." Todos nós já nascemos mortos espiritualmente e somente graça redentora de Deus pode nós salvar. E ele salva aqueles que ele escolheu antes da fundação do mundo "E ainda não eram gêmeos nascidos, nem tinham praticado o bem ou mal (para que o propósito da eleição prevalecesse, não por obras, mas por aquele que chama" Roman8s 9: 11. O Bastismo não é para a remissão de pecado e sim um ato simbólico, como era a circuncisão na antiga aliança, para simbolizar a entra da pessoa no reino vível. Ora, do mesmo modo que as crianças eram circuncidadas como uma forma de expectativa dos filhos herdarem o reino de Deus, nós também devemos batizar os nossos filhos, como símbolo da sua inserção na igreja visível e da expectativa de sua inserção na igreja invisível,, na videira verdadeira e isso claro sem excluir que esta criança futuramente deve fazer a pública profissão de fé, por isso os pais se comprometem a ensinar a criança nos caminhos do Senhor.
Sola Gratia!!!

Hermógenes Viviani de Campos disse...

A Bíblia não diz que todos já nascemos mortos espiritualmente. Também não diz que Deus salva seus escolhidos. A eleição de Jacó versus Esaú diz respeito ao povo de Israel, e não à salvação, e se refere à presciência de Deus a respeito do que fará cada pessoa. O Senhor define consequências para os atos antes de serem praticados, pois ele já os sabe de antemão. Quanto ao batismo de crianças, é tão inútil e antibíblico que dele se diz "esta criança futuramente deve fazer a pública confissão de fé". O batismo infantil e a confissão de fé não são previstos pela Palavra de Deus. Sola Escriptura!