Total de visualizações de página

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Lições para vida

Por Giliardi Rodrigues


As pessoas inteligentes aprendem com seu próprios erros,
os sábios aprendem com o erros dos outros,
o ignorante não é aquele não sabe as coisas,
mas aquele que despreza o conhecimento.

Ser justo é buscar acima de tudo o equilíbrio,
amar também significa respeitar,
Trabalhar não é somente ganhar dinheiro,
mas além de tudo dignidade.

Nunca espere as coisas acontecerem,
antes não deixe para amanhã o que pode ser feito hoje.
não espere pela a felicidade,
mas sempre esteja a procura dela.

Tenha humildade para reconhecer os erros e pedir perdão,
entenda que quando achamos saber tudo é porque ainda não aprendemos nada.
A natureza é um dádiva de D'us,
Temos que ama-la, respeita-la e cuidarmos dela.

Não podemos viver somente para nós mesmos,
quanto mais amamos a vida, mais amamos a liberdade
e mais queremos fazer para o próximo
aquilo que D'us já fez por nós.

D'us não proíbe nada em favor do amor e da vida,
o amor é aquilo que nós conecta uns com os outros
e nos aproxima cada vez mais perto de D'us.

todas as nossas atitudes vão como causa
e retornam para nós como efeito.
Por isso se queremos a paz e o bem,
devemos primeiramente praticar a justiça e o amor uns com os outros.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Por que Deus se revela aos humildes?

(Mateus 5:3) Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus.

(Tiago 4:6) Deus resiste aos soberbos; dá, porém, graça aos humildes.

(Marcos 10:14) Em verdade vos digo que qualquer que não receber o reino de Deus como criança, de maneira nenhuma entrará nele.

(I Corintios 2:14) Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque para ele são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.

Existem duas maneiras do homem assumir uma verdade para si: Pela experimentação dos sentidos e pela experimentação da fé. Quer um exemplo? Ponha a mão no fogo. Você certamente não me obedecerá, porque já assumiu para si a verdade de que certamente se queimará, por conta do registro desta experiência na sua memória, anteriormente dada pelos seus sentidos. Pois em algum dia você aprendeu experimentalmente que a causa pela qual não se põe a mão no fogo, é que ele queima e o efeito desta causa é a dor. É assim, com os sentidos, que o ser humano guia a sua vida e agrega conhecimento acerca do mundo. Deus não condena o esforço racional. Nenhum problema há nisso, se você guardar consigo certos princípios que lhe asseguram prudência: Você não pode conhecer as causas de todas as coisas por meio dos sentidos, você não pode saber tudo, nem compreender todas as verdades. Seria muita pretensão e soberba acreditar que todas as verdades e todos os elementos do universo se rendem aos meros 5 sentidos do homem. Por isso, ao recusar que possui limitações de conhecer tudo plenamente, o homem entra em estado de soberba.

Vejamos o ponto de vista da fé, como é bem diferente do ponto de vista dos sentidos, da razão. Em primeiro lugar, não se assume a verdade pela fé, compreendendo a sua essência ou a sua causa, mas concluímos pelo seus efeitos. Vejamos o exemplo: "(João 14:6) Disse Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. Neste exemplo percebemos que Jesus diz ser o caminho, a verdade e a vida. Do ponto de vista da verdade proveniente dos sentidos, desejaríamos saber o fundamento que alicerça as afirmações de Jesus. Assim perguntaríamos: Por que Jesus é o caminho? Por que Jesus é a vida? Por que Jesus é a verdade? Mas não obteremos estas respostas assim. Por que? Entenda que verdades como estas são maiores do que a mente e a filosofia humana pode cogitar ou supor. Não obstante, elas continuam acessíveis, por meio da fé. A fé é maravilhosamente o elo que nos permite vivenciar verdades grandes demais para nós. E uma vez assumida tal verdade por meio da fé, que Jesus é o caminho, a verdade e a vida, passamos a experimentar os efeitos desta verdade. A nossa vida muda, a nossa realidade se transforma. É aí que podemos testemunhar a verdade assumida pela fé. Seus efeitos são reais.

Esta, pois, é a frustração daqueles que se apegam a filosofias humanas e a ciência com pretensão de querer resolver todos os problemas e de compreender todas as coisas. Querem sujeitar ao crivo de suas pequenas racionalidades, verdades que mal se podem traduzir em palavras na pobre linguagem humana. Conseguintemente, rejeitam a verdade, rejeitam a pedra angular. E por não a experimentarem pela fé, não podem vivencia-la, não podem testemunhar seus efeitos.

E aqui chegamos ao ponto máximo da questão, com a seguinte conclusão: Não há como ter fé, sem antes ser humilde. Não há como tomar posse do único elo que nos permite vivenciar verdades grandes demais para nós, sem nos humilhar, sem assumir que nossa capacidade de compreensão da realidade é tal qual a de um bebê que balbucia as primeiras palavras. Como eu havia dito, o homem entra em estado de soberba quando se recusa a aceitar que tem grandes limitações para conhecer plenamente certas verdades. E é por isso que a eles, tais verdades parecem loucura.

(Hebreus 11:6) Ora, sem fé é impossível agradar a Deus; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam.

Por isso Deus é revelado aos humildes. Porque eles não se apegam a si mesmos para buscar as verdades que pelas próprios esforços mentais jamais terão acesso. Antes, assumem para si prontamente estas grandes verdades por meio da fé e vivem nela, se deleitando nos seus maravilhosos e reais efeitos pouco importando se podem compreender sua essência, sua razão última. Maravilhosamente a fé é de alcance de todos, independente de qualquer esforço. É a reviravolta da vida, que tornam pequenos os soberbos, e os humildes grandiosos e sábios diante de Deus.

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

A vida foi feita para a eternidade

A vida de fato é um mistério
Que deve se desvendada todos os dias,
É recheada de certezas e incertezas,
De choros, sorrisos, dores e alegrias.
A grande realização da vida
É encontrar com a felicidade,
A fé em D'us nos impulsiona
Fazer dos sonhos uma realidade.

O amor é um supremo mandamento,
A justiça é a razão de viver em paz,
Alegria é muito mais que um sentimento,
Servir é aquilo que nos preenche e nos satisfaz.
A experiência é manancial de estórias,
O trabalho caminha com a espiritualidade,
Aprender e ensinar são uma fonte de sabedoria,
A vida foi feita para a eternidade,


Por Giliardi Rodrigues

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Adonay

Incomparável é a tua face,
Majestosa é a tua presença,
Maravilhosa é a tua vontade,
Eterna é a tua misericordia,
Grandiosa é a tua bondade.

Não há palavras que possam definir os teus atributos,
Não há palavras que possam definir o teu caráter,
Não há palavras que possam definir a tua glória,
Não há palavras que possam definir o teu ser.

tu és Único, Incomparável e Maravilhoso,
tu és Divino, Eterno e Todo Poderoso,
tu és Bendito, Adorável e Majestoso,
tu és o Rei dos reis, Santo e Digno de toda Honra.

quinta-feira, 24 de julho de 2008

83 NOMES DE D-US

ELOHÍM – Gn 1.1 – Criador
EL-RHOÍ – Gn 16.13 – D-us da Vista
ADONAI – Gn 18.1-3 – Meu Senhor
IHVH-EL OLAM – Gn 21.33 – Senhor D-us Eterno
IHVH-IRÊ – Gn 22.14 – D-us Proverá/O Eterno verá
ELOHEI HASHAMÁIM VE-ELOHEI-HAÉRETZ – Gn 24.3 – O D-us dos céus e o D-us da terra
IHVH ELOHEI HASHAMÁIM – Gn 24.7 – Senhor D-us dos céus
EL-ELOHEI ISRAEL – Gn 33.20 – D-us o D-us de Israel
EHIÉ-ASHÉR-EHIÉ – Êx 3.14 – Eu sou o que sou/Serei o que Serei
ANI IAVE – Êx 6.2
EL-SHADAI – Êx 6.3 – O D-us suficiente
IHVH ELO-HEI HAIVRIM – Êx 9.1 – Senhor D-us dos Hebreus
IÁH – Êx 15.2 e Sl 68.4 – IHVH
IHVH ÍSH MILHAMÁH – Êx 15.3 – O Senhor é Homem de guerra
IHVH RÓF-EHÁ – Êx 15.26 – O Senhor que te Sara
IHVH NISSI – Êx 17.15 – O Senhor é a minha bandeira
El-KANÁH – Êx 20.5 – D-us Zeloso
IHVH MEQDÉSHEHEM – Lv 20.8 – Senhor que vos santifica
ELOHEI-HÁ-ELOHIM – Dt 10.17b – O D-us dos deuses
ADONAI HÁ-ADONIM – Dt 10.17b – O Senhor dos senhores
EL HÁI – Js 3.10 – O D-us vivo
IHVH SHALOM – Jz 6.24 – O Senhor é Paz
EL-DÉOT – 1 Sm 2.3b – O D-us das sabedorias
NETSÁH ISRAEL – 1 Sm 15.29 – A Força de Israel
ELOIM HAIM – 1 Sm 17.26 – O D-us vivo
ELOHEI MAARRHÓT ISRAEL – 1 Sm 17.45 – O D-us das batalhas de Israel
IHVH RHAHUM – 2 Cr 30.9 – O Senhor é cremente
ELOÁH SILIHÓT – Ne 9.17 – O D-us dos perdões
EL-HANU – Ne 9.31 – D-us misericordioso
ELOIM SHOFET TSÇADIK – Sl 7.12 – D-us Juiz Justo
IHVH-ADONÊINU – Sl 8.1 – Senhor nosso D-us
IHVH MELER OLAM VA-ED – Sl 10.16 – O Senhor Rei Eterno
IAVE ROÍ – Sl 23.1 – O Senhor é meu Pastor
MÉLER HAKAVÓD – Sl 24.7 – O Rei da Glória
IHVH IZÚZ – Sl 24.8 – O Senhor Forte
EL-SALI – Sl 42.9 – Deus Rocha Minha
EL-ELION – Sm 47.2 – O Senhor Insuperável
MÉLER-GADÓL – Sl 47.2 – Rei Grande
IHVH-NORÁH – Sl 47.2 – O Senhor é tremendo
SHOMÊR ISRAEL – Sl 121.4 – O Guarda de Israel
GADÓL-IHVH – Sl 135.5 – O Senhor é grande
TÓV-ÍAVEH – Sl 145.9 – Bom é o Senhor/O Senhor é Bom
MIGDAL-ÓZ – Pv 18.10 – Torre Forte
KADOSH ISRAEL – Is 1.4 – O Santo de Israel
AVIR ISRAEL – Is 1.24 – Cavaleiro de Israel
IHVH-TSEMÁH – Is 4.2 – O Renovo do Senhor
KADOSH, KADOSH, KADOSH – Is 6.3 – Santo, Santo, Santo
IHVH TSVAÓT – Is 6.5 – O Senhor dos Exércitos
IMANÚ EL – Is 7.14 – D-us Conosco
PÊLE-IOÊTS – Is 9.6 – Maravilhoso Conselheiro
SAR SHALOM – Is 9.6 – Príncipe da Paz
EL-GUÍBOR – Is 9.6 – D-us Forte/D-us Herói
AVÍ-AD – Is 9.6 – Pai da Eternidade
OR ISRAEL – Is 10.17 – Luz de Israel
IHVH TSUR OLAMIM – Is 26.4 – Senhor Rocha Eterna
EL-TSUR-ISRAEL – Is 30.29 – O D-us Rocha de Israel
IHVH-SHÓFTeNU – Is 33.22a – Senhor é nosso Juiz
IAVE-MêHÓKKêNU – Is 33.22b – O Senhor é nosso Legislador
IHVH-MALeKeNU – Is 33.22c – O Senhor é nosso Rei
MÉLÉR YAAKÓV – Is 41.21 – Rei de Jacó
EL-MISTATÊR – Is 45.15 – O D-us Misterioso
MOSHIAH – Is 45.15b – O Salvador
BORÉ HASHAMÁIM – Is 45.18a – O Criador dos Céus
IOTSSER HAARETZ – Is 45.18b – O Formador dos Céus
GOALENÚ-IHVH – Is 47.4 – O Senhor, nosso Redentor
GOEL-ISRAEL – Is 49.7 – O Redentor de Israel
ELOHEI AMÉN – Is 65.16 – O D-us da Verdade/O D-us do Amem
MIKêVe ISRAEL – Jr 14.8 – Esperança de Israel
IHVH TSIDEKNU – Jr 23.6 – O Senhor justiça nossa
GOELAM-RHAZAK – Jr 50.34 – O Senhor Redentor é forte
EL-GHEMULÓT – Jr 51.56 – D-us das recompensa
IHVH MAKÊ – Ez 7.9 – O Senhor que castiga/O Senhor que fere
IHVH SHAMÁ – Ez 48.35 – D-us está ali/D-us presente
ATIK IOMIN – Dn 7.9,13,22 – O Antigo de Dias
IHVH ELOHEI HATSVAÓT – Am 3.13 – O Senhor D-us dos Exércitos
ELOHEI MAROM – Mq 6.6 – O D-us Excelso
MÉLÉR-ISRAEL – Sf 3.15 – O Rei de Israel
MALÁH-HABRIT – Ml 3.1b – O Anjo da Aliança
ROSH PINÁH – Sl 118.22 (Is 28.16) – Cabeça de Esquina/Pedra Angular
AVINÛ – Is 63.16 – Nosso Pai
HÁ-EL-HÁ-NEEMAN – Dt 7.9 – D-us é fiel
ADONAI MAOZ HAIÁI – Sl 27.1 – D-us que é a força da minha vida
ROHÉV BA-ARAVÓT – Sl 68.5(4

terça-feira, 22 de julho de 2008

As sete leis de Noach

Verso Temático: “Aos estrangeiros que se chegam ao SENHOR, para o servirem e para amarem o nome do SENHOR, sendo deste modo servos seus, sim, todos os que guardam o sábado, não o profanando, e abraçam a minha aliança, também os levarei ao meu santo monte e os alegrarei na minha Casa de Oração; os seus holocaustos e os seus sacrifícios serão aceitos no meu altar, porque a minha casa será chamada Casa de Oração para todos os povos.” (Is 56:5-7).

Introdução

Por que existe no judaísmo de hoje a idéia de que os goyn (gentios) não precisam de uma conversão e nem de se unir ao judaísmo para serem povo de D'us e herdarem as mesmas promessas dos descendentes de Avraham? Na verdade, na época de Yeshua, os judeus faziam o proselitismo, o que, mais tarde, passaram a descartar ou desistimular. Para sustentar tal posição, afirmam que D'us tem uma aliança com Israel, com o qual estabeleceu leis (613 preceitos), mas que, igualmente tem também um plano para salvar os justos dentre as nações, sem ter que introduzi-los em Israel. E mais, que se cumprirem as sete leis de Noach, também estes poder tem alguma recompensa no Olam Habah (Mundo Vindouro).

Questionário
Quais são as sete leis de Noach, ensinadas no judaísmo?

1. Creia em D'us. Não sirva a ídolos.
2. Não blasfemar Seu Nome. Respeitar D'us e louvá-Lo
3. Não roubar. Respeitar os direitos e propriedades alheios
4. Não matar. Respeitar a vida humana.
5. Não cometer adultério. Respeitar a família.
6. Cumpra as leis do país. Criar um sistema judicial. Persiga a justiça.
7. Não comer sangue e carne de animais sufocados.

Por que são passadas estas leis aos gentios que buscam conversão?

O judaísmo de hoje não é proselitista e tem pouco interesse nisso. Ainda que a conversão ao judaísmo seja possível em nossos dias, todavia faz parte do entendimento judaico que o goyn deva estar muito interessado é disposto a renunciar a tudo. Por isso este é desestimulado ao máximo. Como judeu, ele teria que cumprir 613 mandamentos e suportar perseguição e discriminação. Se é apenas por salvação, não é necessário conversão e compromisso com o judaísmo. Basta-lhe cumprir tão somente as sete leis de Noach. Compare estas leis com as determinadas pelo Concílio de Jerusalém (At 15:20). Tenha em mente que a discussão ali era porque alguns queriam que os gentios se circuncidassem para serem salvos (At 15:9).

“Ademais, o Judaísmo não é exclusivo. Um ser humano não precisa ser judeu para alcançar um nível espiritual mais alto. Enoch "caminhou com D’us," e Noé teve um nível bastante alto de relação com D’us. Porém, nenhum deles era judeu. Nossa tradição é a de que todas as 70 nações devam funcionar juntas e desempenhar seu papel integral nesta existência chamada de: humanidade. De acordo com o Judaísmo (Talmud - Sanhedrin 58b), qualquer pessoa pode alcançar um lugar no Mundo Vindouro observando fielmente as sete leis fundamentais de humanidade.”

Fonte: www.aishbrasil.com.br/new/artigo_povo.asp

“Os Rabinos explicam que as sete leis são apenas orientações gerais, mas na verdade os não-judeus devem rezar, fazer caridade, honrar os pais, etc. É responsabilidade de um judeu influenciar o não-judeu a cumprir as Sete Leis Noahidas. Aliás, elas já se encontram em nosso site como você poderá verificar no seguinte link”
Fonte: www.chabad.org.br/INTERATIVO/FAQ/sete.html

Praticavam o proselitismo os judeus contemporâneos a Yeshua e Seus discípulos?

Sim. Vejamos alguns textos da Brit Chadasha: At 14:1; 18:4, 8; 17:11, 12, 17.

Conclusão: Como estudamos anteriormente, o plano do Eterno era incluir os gentios convertidos que haviam de se salvar em meio a Seu povo para tornar todos uma só família, um só Corpo e fazê-los herdeiros das promessas. Isto aconteceu e acontece na Nova Aliança, por meio do sacrifício de Yeshua. A salvação não é por meio de obras. O homem pode ser bom e a humanidade viver em paz, mas isto não salva, não redime o pecador. Aprovamos as leis de Noach como boas a vida presente, mas não trazem a salvação e são insuficientes para ingressarmos no Reino Vindouro. Ver Rm 1:16; 11:11; 15:18; At 13:47.


Artigo tirado do site israelitas.com.br

quarta-feira, 9 de julho de 2008

As Três Árvores

Havia, no alto da montanha, três pequenas árvores
que sonhavam o que seriam depois de grandes.

A primeira, olhando as estrelas, disse: Eu quero ser baú mais precioso do mundo, cheio de tesouros. Para tal, até me disponho a ser cortada. A segunda olhou para o riacho e suspirou: Eu quero ser um grande navio para transportar reis e rainhas. A terceira árvore olhou o vale e disse: Quero ficar aqui no alto da montanha e crescer tanto, que as pessoas, ao olharem para mim, levantem seus olhos e pensem em Deus.

Muitos anos se passaram e certo dia vieram três lenhadores pouco ecológicos e cortaram as três árvores, todas ansiosas em serem transformadas naquilo que sonhavam. Mas lenhadores não costumam ouvir e nem entender sonhos... Que pena!

A primeira árvore acabou sendo transformada num coxo de animais, coberto de feno. A segunda virou um simples e pequeno barco de pesca, carregando pessoas e peixes todos os dias. E a terceira, mesmo sonhando em ficar no alto da montanha, acabou cortada em grossas vigas e colocada de lado num depósito. E todas as três se perguntavam desiludidas e tristes:"Para que isso?"

Mas, numa certa noite, cheia de luz e de estrelas, onde havia mil melodias ao ar, uma jovem mulher colocou seu neném nascido naquele coxo de animais. E de repente, a primeira árvore percebeu que continha o maior tesouro do mundo...

A segunda árvore, anos mais tarde, acabou transportando um homem que acabou dormindo no barco, mas quando a tempestade quase afundou o pequeno barco, o homem levantou e disse ao mar revolto: "Sossegai". E num relance, a segunda árvore entendeu que estava carregando o Rei dos Céus e da Terra.

Tempos mais tarde, numa sexta-feira, a terceira árvore espantou-se quando suas vigas foram unidas em forma de cruz e um homem foi pregado nela, pois fora condenado à morte mesmo sendo inocente. Logo, sentiu-se horrível e cruel, mas no Domingo, o mundo vibrou de alegria e a terceira árvore entendeu que nela havia sido pregado um homem para salvação da humanidade, e que as pessoas sempre se lembrariam de Deus e de Seu Filho Jesus Cristo ao olharem para ela.

As árvores tinham sonhos, mas as suas realizações foram mil vezes melhores e mais sábias do que haviam imaginado.

Todos nós temos nossos sonhos, nossos planos e por vezes, eles não coincidem com os planos que Deus tem para nós. E quase sempre somos surpreendidos com a sua generosidade e misericórdia. Por isso, é importante compreendermos que tudo vem de Deus e crermos que podemos esperar Nele, pois Ele, como um Pai amoroso, sabe o que é melhor, para cada um de nós.

quinta-feira, 3 de julho de 2008

Preciso de ti

A presença do Senhor
E algo maravilhoso e incomparável
Aos meus olhos.
A tua majestade é pura
O teu amor e a tua graça
É o favor que não mereço mais que careço tanto.

Desejo crescer na graça e no conhecimento
No amor, na misericórdia e na fé.
Senhor, tu és o meu bem maior.
Tu és a base, a coluna e o sustento da minha vida,
Antes que eu pudesse ser gerado
Tu já me amaste e cuidaste de mim.

Diante de tanta fidelidade
Eu só posso declarar minha gratidão
Quero te louvar, te adorar e viver para ti.
Adentrando-me a sala do trono
A tua fumaça me esconde
E a tua gloria me enche.

A cada dia necessito mais de ti
O meu prazer é estar diante de tua face
E a tua vontade é o meu prazer.
As tuas asas são meu abrigo
A minha paz é a tua resposta
Nas minhas orações.

terça-feira, 29 de abril de 2008

Quando penso que estou só.

Quando penso que estou só

A mão do meu Senhor vem e me abraça,

Quando acho que o túnel não tem saída

A brilhante estrela da manhã ilumina os meus passos,

Quando acho que estou fraco

Deus me conduz com o seu braço forte,

Quando acho que não sei nada

O meu mestre me guia em sabedoria

Quando me sinto abandonado

O bom pastor vem e cuida de mim

Quando sinto frio

Sou aquecido pelo o sol da justiça

Quando estou para morrer

Sou renovado pela a fonte de vida

A arte de viver

Saber viver é uma arte,

Para os filósofos a vida é um mistério,

Para as pessoas humildes a vida é algo simples,

Para os oprimidos a vida é algo enfadoso,

Para os médicos a vida é um desafio,

Para as crianças a vida é um parque de diversão,

Para as belas mulheres é uma fonte de prazer,

Para algumas pessoas é apenas uma rotina,

Para os corajosos a vida é muito pequena,

Para os sonhadores a vida é algo a ser descoberto,

Para os apaixonados cada momento da vida deveria ser uma eternidade,

Para os velhos a vida foi uma jornada de experiências,

Para os poetas uma fonte inesgotável de inspiração,

Para os realizados um manancial de conquistas,

Para os que estão partindo a certeza de que ela irá do outro lado continuar,

Para os homens fortes ainda é algo inatingível,

Para os loucos a certeza de que eles é que estão certos,

Para mim a vida de ser vivida cada dia como se fosse o ultimo dia.