Total de visualizações de página

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Poesia da oração




Nas palavras, na mente e no coração.
Na vontade, no desejo e na gratidão.
Pela a verdade e pela a atitude do perdão.
No reconhecimento, no temor que se prostra o chão.
Por uma mente pura
Com lisura e sem corrupção.
Por uma fé sem conjectura
E pela fidúcia da glorificação.
É ela que traz paz, alivio e dissipa a aflição.
Em si ela é poderosa
E não requer se quer uma explicação.
É o clamor que une os céus a terra
Na esperança sem depreciação. 







quinta-feira, 19 de março de 2015

Ouça minha voz.




Pai Eterno, bondoso e benevolente (...).
Bendito é teu nome de eternidade a eternidade,
Pois não há outro que se compare a ti.
Te agradeço porque me criaste e me deste vida,
Colocaste em mim teu espirito
E me deste inteligência
E entendimento para compreender que sem ti não sou nada.

Pai Eterno, te agradeço pelo o teu amor
E pelo o gozo de poder lhe servir em espirito e em verdade.
Derrama o teu espirito sobre mim
E unge minha cabeça com óleo,
Purifica o meu coração
Para que os meus lábios proclamem
O quão bom e agradável é estar em tua presença.

Pai Eterno, perdoe minhas iniquidades
E limpe todo pecado que ainda habita dentro de mim.
Quero me achegar a ti de mãos limpas
E com o coração puro.
Ensina-me os teus desígnios
E os teus caminhos
Para que eu possa deleitar na tua lei.

Pai Eterno, tu és a fonte de toda existência
E por isso a criação se prostra diante de ti em reverência.
Tu és soberano
E não há nada que não estejam no controle da tua destra.
Todos os povos da terra um dia conhecerão a ti
Se curvarão diante da tua presença
E proclamarão o nome santo do teu Messias.

Pai Eterno, tu sabes todas as coisas
E tu sondas o meu coração.
Enche-me com teu espirito
E me converge na tua direção.
O meu Desejo é caminhar em retidão a tua palavra,
A minha ambição é te adorar em espirito e em verdade
Que minha vida seja para ti um continuo louvor.








terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Messias Judeu x Messias Cristão.















Para os judeus o Messias é um homem descendente de Davi. Para os cristãos Jesus é a segunda pessoa da trindade e ao mesmo tempo é o próprio Deus. Para os judeus o Messias restaurará as doze tribos de Israel e reinará sobre toda a terra. Para os cristãos Jesus vai arrebatar a igreja e levar todos os salvos para o céu. Para os judeus o Messias ensinará a lei de Moisés a todos os povos da terra. Para os Cristãos Jesus aboliu a lei e trouxe um novo evangelho da graça. Para os judeus somente o Pai é capaz de salvar e perdoar pecados. Para os cristãos Jesus pode perdoar qualquer pecado e quem nele crer será salvo. Para os judeus o Messias jamais irá desamparar Israel. Para os cristãos Jesus veio para os judeus, mas eles o rejeitaram. Para os judeus o Messias trará paz sobre toda a terra. Para os cristãos Jesus mesmo disse no evangelho de Mateus que não veio para trazer paz, mas espada, ele veio para colocar pai contra filho e filho contra pai. Para os judeus o Messias firma uma nova aliança com a casa de Israel. Para os cristãos essa nova aliança pertence aos gentios. Para os judeus o Messias há de vir. Para os cristãos ele já veio e voltará para levar a igreja.


Qual verdadeiro Messias, o Judeu ou o Cristão? Ele já veio ou há de vir?